quarta-feira, 30 de julho de 2014

Diário de Mãe: O Dia do Parto

20 dias depois da chegada da Camile, finalmente vim contar para vocês como foi esse dia tão especial!
Esses últimos dias tem sido todos muito intensos. Sentimentos vividos todos ao grau máximo: quando é amor, é muuuuito amor. Quando é alegria, é muuuuita alegria. Também teve sentimentos como tristeza, medo, ansiedade. É uma mistura de todos os sentimentos existentes e mais alguns que a gente pensa que nem existem. Mas nada se compara ao dia do nascimento da Camile!
Desde de sempre, queria ter parto cesaria. Não tinha a menor vontade de viver as dores de um parto normal. Eu também tinha muito medo do parto normal. Medo de não conseguir fazer o que precisasse na hora e fazer minha filha sofrer e ter consequências irreversíveis! Para quem me conhece, sabe o quanto sou medrosa com essas coisas de hospital/internação/cirurgia. Mas quando eu fiquei grávida, sabia que um dia o bebê ia ter que "sair" e eu não teria como escapar da cesariana! Eu passei super bem durante toda a gravidez e fui mais forte do que muita gente imaginou (inclusive eu mesma!), mas eu sabia que no dia do parto eu ia sofrer com tanto medo!
A ansiedade já tinha tomado conta de mim há muito tempo! A gravidez é uma época de muita ansiedade, pois é tudo muito novo e ter uma "vidinha" crescendo dentro da gente é algo inexplicável de lindo, mas nos deixa ansiosa desde o o início pois queremos saber se está tudo bem com o bebê, qual o sexo, se está crescendo saudável... E como vai ser o rostinho desse bebê! E finalmente chegou o dia de conhecer minha filha!
Até o dia anterior eu fiz tudo de forma normal: dirigi, fiz a unha, fiz drenagem, fiz escova, me depilei... Tudo normal. Consegui dormir relativamente bem e acordei no dia as 6 da manhã, tomei banho, me arrumei (fiz maquiagem e tudo) e fomos para a maternidade. Morar em cidade pequena tem suas vantagens: moro da rua do hospital, há 3 quarteirões! Cheguei no hospital para me internar as 7h. Logo já fui para o quarto, vesti aquele "look" hospitalar lindo e me despedi dos meus pais. Aí já começou o chororô... 
Depois, deitei na maca e fui indo em direção ao centro cirurgico. Meu marido foi me acompanhando e eu fui chorando... Rsss... Entrei no centro cirurgico e já vi meus médicos ( fiz o meu pré-natal com uma ginecologista e um cirurgião geral, super bem recomendados aqui.) Então, sentei na mesa cirurgica e veio a enfermeira para colocar o soro em mim. Doeu. Foi tenso! Depois, a anestesista veio me anestesiar. Eu tava morrendo de medo da anestesia! Todo mundo diz que a sensação é horrível, que dá falta de ar, que parece que vamos perder os sentidos... Por isso, eu tava com muito medo. A anestesista foi me explicando o que ela tava fazendo, mas nem deu tempo dela fazer nada, foi a conta dela passar o álcool na coluna e pressionar entre as vértebras e ... Eu desmaiei! Rsss.... Eu sempre apronto dessas! Sempre "pago mico" e desmaio!!! Bom, fato é  quando acordei, não sabia onde eu tava, quem eram aquelas pessoas...rsss... Mas longo a enfermeira veio conversar comigo e me explicar que eu tinha desmaiado. Então, fui anestesiada deitada de lado e preciso confessar que, depois de desmaiar, eu fiquei até mais relaxada rsss.... Mas não doeu nada!!! O soro foi mil vezes pior!  Logo que tomei a anestesia, senti minhas pernas formigando e nada das sensações ruins que havia lido! Acho que sofri por antecipação!!! Rssss... Em seguida minha ginecologista disse que iria lavar minha barriga e eu ainda sentia os movimentos, mas nada de dor. Perguntei para a anestesista se já havia começado a cesariana e ela disse que sim , perguntei então pelo meu marido e logo ele chegou, com a câmera e celular para registrar tudo! 
Para mim, tudo isso durou uma eternidade (mas acho que foram uns 20 minutos no total !!!) e eu não via a hora de conhecer a Camile!!! Fiquei na expectativa do choro... E nada! Perguntei para a médica:" tá tudo bem, vai demorar?!" E ela me respondeu que a Camile já estava chegando. Mais alguns segundos e meu marido disse: " tá quase" e logo depois "nasceu"!!! Ouvir seu choro pela primeira vez foi mágico! Chorei junto! Na verdade, meu amorzinho só deu uma gemidinha, um chorinho tímido ainda e foi para as mãos do pediatra. Aguardei mais alguns segundos ainda para vê-la. Nesse momento, perguntei se tava tudo bem, se ela tinha os 5 dedinhos das mãos e dos pés... Rsss... Dizem que toda mãe pergunta isso!!! Rsss... E ela veio ao meu encontro! É incrível ver alguém pela primeira vez, mas que a gente já conhece tanto! Como pode?!? A chamei pelo nome e soube que nunca mais estaria sozinha, que minha vida tinha mudado para sempre e me apaixonei ainda mais por ela!  É tanto amor que nem sei explicar!!! É impossível não sentir a presença de Deus diante de tanta perfeição!
Depois disso fui cedada e acordei no quarto, com a Camile já ao meu lado. Recebi a visita da ginecologista que me orientou sobre a amamentação e Camile mamou pela primeira vez. Foi dolorido, mas um momento de proximidade novamente. Estávamos novamente juntas! 
"Quando escolhemos ser mãe, tomanos a decisão consciente de permitir que nosso coração possa caminhar fora do nosso corpo... "







Um comentário:

  1. QUE LINDO SEU RELATO.ATE CHOREI ´SOU MAE TBM.E SEI BEM O QUE VC SENTIU.AI CHORANDO EMOCIANADA

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...