quarta-feira, 30 de julho de 2014

Diário de Mãe: O Dia do Parto

20 dias depois da chegada da Camile, finalmente vim contar para vocês como foi esse dia tão especial!
Esses últimos dias tem sido todos muito intensos. Sentimentos vividos todos ao grau máximo: quando é amor, é muuuuito amor. Quando é alegria, é muuuuita alegria. Também teve sentimentos como tristeza, medo, ansiedade. É uma mistura de todos os sentimentos existentes e mais alguns que a gente pensa que nem existem. Mas nada se compara ao dia do nascimento da Camile!
Desde de sempre, queria ter parto cesaria. Não tinha a menor vontade de viver as dores de um parto normal. Eu também tinha muito medo do parto normal. Medo de não conseguir fazer o que precisasse na hora e fazer minha filha sofrer e ter consequências irreversíveis! Para quem me conhece, sabe o quanto sou medrosa com essas coisas de hospital/internação/cirurgia. Mas quando eu fiquei grávida, sabia que um dia o bebê ia ter que "sair" e eu não teria como escapar da cesariana! Eu passei super bem durante toda a gravidez e fui mais forte do que muita gente imaginou (inclusive eu mesma!), mas eu sabia que no dia do parto eu ia sofrer com tanto medo!
A ansiedade já tinha tomado conta de mim há muito tempo! A gravidez é uma época de muita ansiedade, pois é tudo muito novo e ter uma "vidinha" crescendo dentro da gente é algo inexplicável de lindo, mas nos deixa ansiosa desde o o início pois queremos saber se está tudo bem com o bebê, qual o sexo, se está crescendo saudável... E como vai ser o rostinho desse bebê! E finalmente chegou o dia de conhecer minha filha!
Até o dia anterior eu fiz tudo de forma normal: dirigi, fiz a unha, fiz drenagem, fiz escova, me depilei... Tudo normal. Consegui dormir relativamente bem e acordei no dia as 6 da manhã, tomei banho, me arrumei (fiz maquiagem e tudo) e fomos para a maternidade. Morar em cidade pequena tem suas vantagens: moro da rua do hospital, há 3 quarteirões! Cheguei no hospital para me internar as 7h. Logo já fui para o quarto, vesti aquele "look" hospitalar lindo e me despedi dos meus pais. Aí já começou o chororô... 
Depois, deitei na maca e fui indo em direção ao centro cirurgico. Meu marido foi me acompanhando e eu fui chorando... Rsss... Entrei no centro cirurgico e já vi meus médicos ( fiz o meu pré-natal com uma ginecologista e um cirurgião geral, super bem recomendados aqui.) Então, sentei na mesa cirurgica e veio a enfermeira para colocar o soro em mim. Doeu. Foi tenso! Depois, a anestesista veio me anestesiar. Eu tava morrendo de medo da anestesia! Todo mundo diz que a sensação é horrível, que dá falta de ar, que parece que vamos perder os sentidos... Por isso, eu tava com muito medo. A anestesista foi me explicando o que ela tava fazendo, mas nem deu tempo dela fazer nada, foi a conta dela passar o álcool na coluna e pressionar entre as vértebras e ... Eu desmaiei! Rsss.... Eu sempre apronto dessas! Sempre "pago mico" e desmaio!!! Bom, fato é  quando acordei, não sabia onde eu tava, quem eram aquelas pessoas...rsss... Mas longo a enfermeira veio conversar comigo e me explicar que eu tinha desmaiado. Então, fui anestesiada deitada de lado e preciso confessar que, depois de desmaiar, eu fiquei até mais relaxada rsss.... Mas não doeu nada!!! O soro foi mil vezes pior!  Logo que tomei a anestesia, senti minhas pernas formigando e nada das sensações ruins que havia lido! Acho que sofri por antecipação!!! Rssss... Em seguida minha ginecologista disse que iria lavar minha barriga e eu ainda sentia os movimentos, mas nada de dor. Perguntei para a anestesista se já havia começado a cesariana e ela disse que sim , perguntei então pelo meu marido e logo ele chegou, com a câmera e celular para registrar tudo! 
Para mim, tudo isso durou uma eternidade (mas acho que foram uns 20 minutos no total !!!) e eu não via a hora de conhecer a Camile!!! Fiquei na expectativa do choro... E nada! Perguntei para a médica:" tá tudo bem, vai demorar?!" E ela me respondeu que a Camile já estava chegando. Mais alguns segundos e meu marido disse: " tá quase" e logo depois "nasceu"!!! Ouvir seu choro pela primeira vez foi mágico! Chorei junto! Na verdade, meu amorzinho só deu uma gemidinha, um chorinho tímido ainda e foi para as mãos do pediatra. Aguardei mais alguns segundos ainda para vê-la. Nesse momento, perguntei se tava tudo bem, se ela tinha os 5 dedinhos das mãos e dos pés... Rsss... Dizem que toda mãe pergunta isso!!! Rsss... E ela veio ao meu encontro! É incrível ver alguém pela primeira vez, mas que a gente já conhece tanto! Como pode?!? A chamei pelo nome e soube que nunca mais estaria sozinha, que minha vida tinha mudado para sempre e me apaixonei ainda mais por ela!  É tanto amor que nem sei explicar!!! É impossível não sentir a presença de Deus diante de tanta perfeição!
Depois disso fui cedada e acordei no quarto, com a Camile já ao meu lado. Recebi a visita da ginecologista que me orientou sobre a amamentação e Camile mamou pela primeira vez. Foi dolorido, mas um momento de proximidade novamente. Estávamos novamente juntas! 
"Quando escolhemos ser mãe, tomanos a decisão consciente de permitir que nosso coração possa caminhar fora do nosso corpo... "







segunda-feira, 28 de julho de 2014

Diário de Gravidez: 9o Mês

Escreve este post hoje, já com minha Camile em meus braços! Nem acredito que já passei pelo parto (depois vou fazer um post contando tudo sobre esse momento!) e a Camile já dorme em seu bercinho, toda cor de rosa... Um bebê algodão doce como sempre sonhei! Mas parecia que o 9o mês não chegaria nuuuncaaaa!!! Ainda mais para alguém ansiosa como eu, esperar 9 meses é uma tortura imensa!!! Rsss...
Fato é que tive uma gravidez M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A , sem problema algum e eu eu não poderia me sentir mais abençoada!
Não tive pressão alta, nem diabetes gestacional. Não tive sangramentos ou perda de líquido. Não precisei de repouso. Não inchei (fiz muita drenagem!!!), não tive estrias (usei muuuito creme e óleo!!!!)... Todos os incômodos que tive, foram os normais e esperados para uma gestação saudável. Agora neste último mês, tive com mais frequência câimbras (já vinha tendo algumas desde o 7o mês), visitas frequentes ao banheiro para fazer xixi (a bexiga fica muito pressionada), mais cansaço e um pouco de refluxo. Faltando uns 4 dias, já estava me sentindo bem cansada e pesada... Mas tudo isso era normal para essa fase!
Aproveitei esse último mês para intensificar os cuidados com a beleza. Intensifiquei o uso de cremes/óleos para prevenir as estrias (tava com muito medo delas aparecerem, mas não tive nenhuma, Graças a Deus e aos cremes/óleos! rsss...).


Retoquei minhas fiz e cortei o cabelo (queria que a Camile me conhecesse linda e loira! rsss..).



Finalizei minhas atividades no pilates.



Fiz mais extravagâncias comendo muitas gordices!!!

Finalizei alguns detalhes-extras do quarto e enxoval da Camile (sempre faltava alguma coisa!!!!)

Curti muito minha barriga e os chutinhos e esticadas que minha filhota dava, pois sabia que eram momentos únicos, que só eu e ela sentiríamos com tanta intensidade! Tinha dias que minha barriga doía muito, tive pequenas contrações, a barriga ficava dura, "entortava", formava "carocinhos" e tudo isso era uma delícia de sentir porque sabia que a Camile estava bem e saudável dentro de mim!


Meus pais finalmente chegaram aqui no MT para ficar comigo, curtir essa fase final e dar apoio emocional no dia do parto e nos cuidados pós parto comigo e com a Camile. Sem dúvidas, a presença deles aqui comigo foi muito importante! Meu maior medo era de que a Camile resolvesse nascer antes da hora e eles não terem chegado aqui ainda! Rsss...




Ganhei muitos presentes! Alguns minha mãe trouxe para mim, pois foram entregues para ela lá na nossa cidade. Outros chegaram pelos Correios. Eu amei cada um, não só pelo presente em sim, mas pelo carinho de todos que pensaram em mim e na minha filha. É muito gostoso sentir o quanto somos queridas, e que, mesmo sem nem conhecer, minha filha já é tão amada! Obrigada a todos de coração!

Depois de arrumar e desarrumar mil vezes a mala da Camile, ela ficou pronta. E a minha também! Rsss...


Esse mês tive vontade de comer doce de padaria (meu marido trouxe vários gostosos e eu comi tudo!) e pinhão (minha mãe trouxe de SP porque não achei por aqui! Rsss... Também tive vontade de comer arroz doce e esse desejo "matei" na véspera da Camile chegar!



Ainda fiz mais um book de grávida e amei cada momento desses 9 meses de gestação!





Fotos: Estilo da Cris

O próximo post vai ser sobre meu parto! Muitas emoções... Aguardem!!!


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Dica 3 para Viajar: Gastos com Transporte e Alimentação

É difícil fazer um post, dando dicas sobre quanto levar de dinheiro em uma viagem, pois depende...
- Depende do tipo de viagem que você pretende fazer (luxo, econômica, aventureira...);
- Depende do que você deseja sobre essa viagem (compras, passeios, artes...);
- Depende da sua wish list de compras (se você tiver um item de luxo na lista, tudo fica beem mais caro!);
- Depende do tempo de sua viagem (quanto mais dias, teoricamente, mais cara fica a viagem!);
- Depende ... são muitas variáveis mesmo!
Sendo assim, vou dar dicas de acordo com minha experiência, ok?!



1 - O que levar, Dinheiro e Cartões...?!

- Dinheiro: minha dica é levar dinheiro em espécie (dinheiro mesmo) na moeda do país que irá viajar (Dólar, Euro, Libra). Para isso, você tem que procurar uma casa de câmbio de confiança e ir se organizando para fazer a troca da moeda. Levar dólar e depois trocar pela moeda local eu só recomendo se for uma moeda difícil de encontrar , pois quanto mais "trocas" de moeda você faz, mais dinheiro você perde! Ou se você for para países da América do Sul, pois geralmente a moeda local vale menos do que o real então, para fazer passeios turísticos e outras compras, eles até preferem dólar.

- Cartões Pré-Pago ou Cartão de Crédito?! : sem dúvidas, cartão de crédito! O imposto dos dois cartões está semelhante (já houve o tempo que o pré-pago tinha imposto menor!). Sem falar que, o cartão de crédito é mais seguro para realizar compras. Quando viajei, levei cartão de crédito e débito. Porém, em uma compra que fui realizar com cartão pré-pago, não consegui realizar a compra e o dinheiro do valor da compra ficou bloqueado (como se eu tivesse gasto!). Foi um transtorno! Sorte que havia levado um cartão de crédito (habilitado para compra internacional) para fazer a compra.  No meu caso, consegui o dinheiro de volta, porém, só depois da viagem finalizada, já no Brasil! Foi tenso! Então, já que você vai gastar, habilite seu cartão de crédito e faça compras (principalmente as caras) com ele! Vale mais a pena! Não tem erro!

2- Quanto se gasta por dia?!

Em um dia, você precisa pensar nos seguintes gastos:
- alimentação (café, almoço, janta, lanche...), transporte (metro, ônibus, taxi), passeios (entrada de lugares turísticos, visitas) , compras (aqui é ainda mais particular)

3- Gastos com Alimentação:

Londres:

Quando viajamos, acho legal a gente "curtir" a culinária local e se entregar as gordices e encantos das novidades.
Em Londres, um "prato típico" é o Fish and Chips: peixe frito com batata frita! Amo! Não poderia ser melhor, pois amo peixe e batata frita! Rsss... Alguns lugares também acompanham ervilhas frescas e um molhinho. Bom demais. O valor desse prato varia do local onde você come, mas custa cerca de 10 - 15 Libras.




As cervejas também são muito tradicionais em Londres. Uma caneca de chopp custa em média, 6 Libras.

Outra tradição em Londres, são os "pubs" (que são como os nossos botecos) e lá é possível comer pestiscos gostoso, como mix de isca de peixe, camarão, batata frita. Custa, em média, 20 Libras o prato de aperitivo. 

Paris:

Em Paris, é mais caro para se comer pois a tradição é uma comida mais requintada, feita por "chefs" conceituados. Outro diferencial é que, os jantares são servidos até, no máximo 22:00h. É bem difícil encontrar restaurantes abertos depois desse horário que ainda esteja servindo jantar. Os pratos são bem montados e todos servidos individualmente. Um jantar para um casal com prato principal e bebidas custa, em média, 100 Euros. Mas, come-se bem! É possível encontrar pratos com carne vermelha, pato, peixe, sempre acompanhado com algum legume (batata, ervilhas)







4- Gastos com Transporte:

Quando viajei para Londres e Paris, andamos apenas de metro. É prático, barato e seguro. Então, gastamos pouco com transporte. Nesse site aqui, tem os valores e informações sobre o metro de Londres.  Já neste site aqui, tem valores e informações sobre o metro em Paris.

Metro em Londres....



Metro em Paris...

Fotos: Estilo da Cris




terça-feira, 22 de julho de 2014

Dica 2 para Viajar: Contratando Serviços

Nesse post, quero falar um pouquinho sobre reserva de hotéis, aluguel de apartamento, passagens aéreas, translado... isso tudo eu chamo de contratar serviços.
Como foi a primeira vez que fomos para a Europa, preferimos contratar a CVC para os serviços básicos (hotel, passagem aérea e translado). Nessas agências, o preço de tudo é em dólar, que geralmente é o dólar "turismo" que é o correspondente. portanto, se você decidir viajar numa fase que o dólar está variando muito, a cada dia que você for consultar sobre a viagem, terá um valor diferente. É pouca a diferença, mas há.
Nessas agências, eles vão oferecer "passeios", como entradas em museus, teatros, jantares... Minha dica é: não compre! Por dois motivos: primeiro porque o preço sempre é um pouco maior do que na hora. O outro motivo é: não se "comprometa" a ir num passeio, sendo que você ainda nem chegou na cidade. É muito mais gostoso decidir no dia (ou na véspera) o que vai fazer, se está cansada ou não para aquele passeio. As vezes, quando chegamos na cidade, descobrimos outros passeios para fazer, e aquele, comprado anteriormente, acaba ficando desinteressante. Sem falar que, nesses casos de agências de turismo, perde-se muito tempo para ir ao local, porque geralmente eles buscam cada um no seu hotel e depois, tem horários para voltar. Só compre esses passeios se se sentir muito inseguro sobre como vai "se virar" na cidade.
Se você preferir comprar as passagens, contratar hotel / apartamento também é possível e com certeza vai sair mais barato. Minha sugestão é: procure em sites seguros, peça dicas para amigos e pesquise na internet.

-Contratando o hotel

Eu e meu marido, quando vamos viajar, fazemos a seguinte escolha sobre o hotel: escolhemos o que tem valor "médio" : nem o mais baratinho, nem o super luxuoso. Sempre um meio-termo: com conforto e preço bom. Preferimos sempre um que tenha já o café da manhã incluído, pois assim, já fazemos uma super refeição no próprio hotel e podemos sair para passeios sem termos que ficar procurando locais para comer logo. Acho que assim, ganhamos mais tempo. Outra coisa que sempre observamos, é a localização: hotéis muito afastados do centro ou mesmo fora da cidade, vai nos custar mais em termos de transporte. A boa localização do hotel facilita a locomoção para passeios, bares, restaurantes. Se a viagem for curta, então... perder 1 hora em transporte não vale a pena e é desgastante.
Foi assim que escolhemos nosso hotel em Londres:  Copthorne Tara Hotel . Adoramos o hotel, tinha tudo que era preciso, inclusive casa de câmbio (foi ótimos, pois precisamos trocar Euro por Libras num domingo e deu tudo certo!). Também no hotel havia o adaptador de tomadas para emprestar. O quarto era amplo, com frigobar, cafeteira, secador de cabelo, TV, ferro de passar roupa. No banheiro tinha aqueles "mimos" como sabonetes, hidratantes, shampoos, algodão... O café da manhã era ótimo e super bem servido. O hotel ainda ficava há 2 quarteirões do metro (só andamos de metro por lá e deu tudo certo: transporte bom, seguro e barato), de lojas, praças, da farmácia Boots... quem precisa de mais, né?! Rsss...



Em Paris, nosso hotel foi menor e mais intimista, mas lá, a maioria é assim mesmo. Porém, a qualidade era equivalente. o Hotel Central Saint Germain  ficava numa rua estreita da cidade, porém, perto de avenidas, metros e outros pontos turísticos como o Panteão e Jardim de Luxemburgo. Além de um Mc Donald´s (com lanches franceses!!), o supermercado Monoprix (ótimo, tudo barato, vende de comida, roupas e vários cosméticos que amamos!!!). O hotel também oferecia wi-fi, café da manhã, secador de cabelo e mimos de banheiro.



- Translado: optamos pelo translado da CVC e não tenho queixas. Não é todo mundo que vai ficar no mesmo hotel, então, você acaba "passeando"  pela cidade enquanto leva cada m para seu hotel. No nosso caso, não demorou, pois eram 2 ou 3 hotéis. Outro translado que contratamos foi o trem Eurostar para ir de Londres a Paris. Um detalhe que nem todo mundo sabe é que no trem, a gente não despacha a bagagem. cada vagão tem seu porta malas e é você quem tem que organizar. É difícil, pois os lugares são pequenos e as malas são pesadas (sempre!). Sorte que o marido arrumou tudo. No trem também tem restaurante e a viagem é bem tranquila.




Fotos: Estilo da Cris

- As passagens aéreas: também compramos o vôo de São Paulo para Londres e de Paris para São Paulo. O voo doméstico (morávamos em BH na época, então fomos de BH - SP) são por nossa conta. É importante estar atendo aos horários dos vôos, pois geralmente, os vôos domésticos vão para Congonhas e o voo internacional sair de Guarulhos, então é preciso mudar de aeroporto e chegar com antecedência. Na volta, nosso voo foi cancelado pela TAM, então, eles nos acomodaram em hotel, pagaram táxi, nos colocaram em outro voo (fizemos escala em Portugal) e remarcaram nosso voo em SP. É desgastante! Passamos o dia no aeroporto no balcão da TAM para resolver tudo isso, mas deu certo. É nosso direto, não foi um favor que fizeram para nós!

No próximo post, vamos falar do quanto se gasta... eis um assunto difícil, né?! Aguardem...

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Dica 1 para Viajar: Planejar

Eu AMO viajar!
Nesse final da gravidez estava bem frustrada  porque não pude ficar viajando. Estou morando londe de tudo, inclusive de aeroporto, então acabei ficando irritada e me sentido "presa" com toda essa limitação. Estar grávida e barriguda não permite viagens muuuito longas por causa do cansaço e da vontade de fazer xixi toda hora... e nesse último mês estou me "preservando" para que nada de errado aconteça... Sabem como é, não queria sustos e nem a Camile chegando antes da hora! rsss...
Já que, por enquanto, ainda não posso viajar, posso dar dicas e ficar sonhando, certo?!
Queria dividir com vocês, dicas bem práticas de viagens para Londres e Paris.
Não sou "expert" no assunto, só fui para lá uma vez, mas minhas dicas vão ser bem "reais" e práticas, pois muita gente tem dúvidas de quanto se gasta para sair, comer, que transporte usar... Então, essa semana toda, teremos algumas dessas dicas.

Minha primeira dica é: planeje sua viagem! Planejar é tão importante quanto a viagem, pois um mau planejamento ou a falta dele, pode fazer você perder tempo, se arrepender de ir (ou não) a algum lugar, deixar você desprevenida quanto a mala, dinheiro, documentos...


Veja o passo a passo para o planejamento da viagem:

1- Escolha o local de sua viagem.

2 - Escolha a data ou período que desejará viajar.

3- Verifique a documentação necessária para realizar sua viagem: passaporte, visto, vacinas... Nesse site aqui , tem todas as dicas e documentos para tirar passaporte , valores e quais países exigem visto.

4- Tenha em mente o quanto pode e quer gastar.

5- Escolha se cuidará de tudo sobre a viagem (passagens, translado e hospedagens) ou se irá contratar uma agência de turismo especializada. Se você está indo para uma viagem internacional pela primeira vez e está inseguro, é melhor contratar uma agência para um pacote básico. Eu fiz assim: contratei apenas passagem aérea, hotel, translado. Não comprei antecipadamente a entrada de museus, teatros, nada disso! (depois vou falar sobre isso, com detalhes..).

6- Escolha a hospedagem baseada no planejamento financeiro, mas lembre-se que uma boa localização pode minimizar gastos com transporte e facilitar sua vida sem perder tempo. E ao escolher o local, analise tudo de bom que há em volta para você aproveitar: bares, restaurantes, metros, shoppings...

7- Pense sobre seu objetivo sobre essa viagem: conhecer o lugar, fazer compras,descansar, conhecer a cultura, fazer passeios "tradicionais". Será baseado nos seus desejos que você escolherá onde irá, quanto irá gastar...

8- Estude o lugar para onde você está indo viajar: veja o que há de legal para fazer, pratos típicos, segurança, transporte... Se você já for com uma ideia do que deseja fazer e onde deseja ir, isso vai fazer você economizar tempo durante sua viagem.

9- Faça uma mala inteligente: não carregue a casa inteira, mas não deixe de avaliar o clima e os programas do local que está indo viajar. Minhas dicas sobre arrumar malas. Looks para viagens, o que levar na mala  e o que levar na necessarie.

10- Faça um seguro de viagens que inclua perda de bagagens e atendimento médico. Se você não tem nenhum problema de saúde, faça algo básico mesmo, mas não deixe de fazer. Fiz um seguro bem básico quando viajei, na própria agência de viagens. Não precisei usar, mas se precisasse, tinha. Alguns países também exigem esse seguro para que você possa entrar no país.

Com esses 10 "passos" , iniciar sua viagem vai ficar mais fácil!
Nos próximos dias, estarei dando outras dicas sobre minha viagem para Londres e Paris. Aguardem...
Quem tiver dicas boas e práticas por favor, compartilhem! Se tiverem dúvidas, deixem nos comentários que eu vou tentar responder.

 Imagens: Google

sábado, 19 de julho de 2014

Aniversário de Casamento - 6 anos

Hoje estou comemorando minhas Bodas de Açúcar e o momento não poderia ser mais "doce", já que ganhei o maior presente da minha vida: a Camile!!!
Faz 10 dias que ela chegou e eu não estou me contendo de tanta felicidade! 
Há 6 anos, eu não poderia imaginar que hoje eu teria minha filhota nos braços! Ela é muito boazinha, um amorzinho! 
E para atualizar a "contabilidade" da nossa #vidaloka, em 6 anos já moramos em 9 casas, 8 cidades e 7 estados diferentes... E agora somos 3!!! Rsss...
Ahhh, esse é meu primeiro "look do dia" pós parto! Rsss...A barriga ainda tá aqui... E tb o quadril (coxa e bumbum!!!) Ai ai, que dificil essa recuperação... Só resta ter paciência! Mas depois volto contando como foi meu parto, a recuperação e meus primeiros dias com a Camile!







quinta-feira, 17 de julho de 2014

Testando: Sombra Multiefeito Natura Una

Acho que estou meio atrasada nesse "testando", mas só agora recebi minhas encomendas. Rsss....
Desde que vi essa sombra, fiquei apaixonada com o brilho e a alta pigmentação.
Estava louca para receber e ver tudo de perto. E amei !!! Estojo lindo, luxo mesmo. Com espelho na tampa. As sombras também são lindas, bem pigmentadas de verdade.
Acho que a Natura realmente acertou na qualidade desse produto!
Escolhi o trio Cor 1, que tem tons neutros, clássicos e lindos! Não usei primer ao exibir as cores nas amostras.




Fotos: Estilo da Cris

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...